(51) 3012-0812 (51) 99664-1370 (51) 99254-8163

Fale Conosco: (51) 3012-0812

Fale Conosco: (51) 99664-1370

Santander começa a financiar imóveis na planta. Veja como funciona

Nova linha terá condições similares às oferecidas pelo banco no financiamento tradicional, com juros a partir de 9,49% ao ano
12/04/2022
O Santander (SANB11) entrou no mercado de financiamento de imóveis na planta. É o primeiro banco privado a oferecer a linha de crédito, antes disponibilizada apenas pela Caixa e pelo Banco do Brasil (BBAS3).

O novo financiamento começa a ser oferecido em dois empreendimentos de médio padrão da construtora Riva, que faz parte do grupo Direcional. O foco de futuras parcerias são empreendimentos que se enquadram na faixa 3 do programa habitacional Casa Amarela ou que se enquadram no SBPE.

A nova linha terá condições similares às oferecida pelo banco no financiamento tradicional. Será cobrada uma taxa de juros a partir de 9,49% ao ano mais a Taxa Referencial (TR). Só poderá ser contratada nos empreendimentos nos quais o Santander firmar a parceria com a incorporadora.

Gostaria de aprender a investir em fundos imobiliários? Acesse aqui o curso gratuito da EXAME Academy em parceria com a B3.

Sandro Gamba, executivo responsável pelos negócios imobiliários do banco, aponta que a principal vantagem do produto é dar previsibilidade ao mutuário e ao incorporador. "Ele consegue tomar a decisão de compra com todas as informações na mesa. Sem o financiamento no lançamento, ele fica à deriva de cenários de crédito que podem ser alterados ao longo dos anos até a conclusão da obra. Caso não consiga aprovar o crédito na entrega do imóvel, precisar realizar o distrato do bem".

Atualmente, por lei, os clientes que desistirem da compra de um imóvel negociado na planta, em regime de patrimônio de afetação, têm direito a receber 50% do valor já dado à construtora como multa para se desfazer do negócio, após dedução antecipada da corretagem. A devolução dos 50% dos valores será feita apenas depois de 30 dias da emissão do "habite-se". 

 

Fonte: exame.com.br por Marília Almeida